Da pequenez ou Olhos de cão – III

Sentado estava, à mesa de bar, ele, e mais dois. Conversa fora, sorrisos. Uma brecha, precisavam dela. E, ali, finalmente, a tinham.

– Mas que golaço do fulano hein? Muito bom jogador!

– Depende, depende, há jogos em que desaparece.

Era centro da cidade, então de tudo um pouco. Carros, fumaça, pobreza, loucura, fumaça, fumaça. Ainda lei da mordaça pulmonar não havia.

– E aquela menina?

– Ah, nem me fale…

Não fumava, que tinha aprendido com a doença do pai. Não, não, nunca entendera aquilo de cigarros. A fumaça, ela de novo, inclusive o incomodava. Coçava, o nariz. E os olhos.

– Me meti numa das boas outro dia…

– Ah é? Conte!

– Acontece que havia prometido a um amigo que…

De repente parou. Tudo. À porta da mesa, outra vez, a pobreza. Dessas que falam, insistem em querer interromper os protagonistas. Que incomodam, porque existem.

Essa, era uma pequena. De olhos castanhos.

– Tio, compra um chocolate? Três por um – disse ela.

– Não tenho, me desculpe – respondeu um.

– Tampouco – outro.

Evitaram, ambos, o olhar da pequena. Assim permanecia invisível, ela. Era só barulho, como os carros, e a televisão. Barulho passageiro.

Ele não. Não conseguira. Não conseguia, nunca.

Tinha olhos de cão. Tinham.

Não exatamente queria chocolate. Meteu a mão no bolso. Achou uma moeda.

– Aqui está.

– Obrigado tio! – e lhe entregou os doces, a pequena.

Colocou-os sobre a mesa, junto ao copo. Seu copo. Tomaram folêgo para retomar.

– Então, eu havia prometido…

A pequena, no entanto, não havia ido. Não completamente. Dois passos dara, mas observava os três. Voltou.

Sem dizer uma palavra, pegou os chocolates, todos os três, e distribuiu, tal qual garçonete, um para cada copo.

Um para cada um.

E se foi.

Entreolharam-se, eles. Não havia palavras.

Na verdade, até hoje, sete anos depois, ainda não há.

Ainda não há.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s