Espírito de porco

A diretoria são-paulina confirmou hoje os 6.800 lugares para a torcida do Corinthians no clássico de domingo.

E com isso confirmou também um rompimento que vai além de ser diplomático e para além da Federação.

Primeiro porque é desrespeitoso com o público da partida, não importa se corinthiano ou são-paulino. Usar o argumento de que se está aplicando a mesma regra de todos os outros jogos é como dizer pro seu amigo de infância que vai tratá-lo como trata seu colega de trabalho.

Segundo porque é um atentado à segurança do jogo, já tão problemática. Em 1997, na decisão do Paulistão, o jogo Corinthians 1 x São Paulo 1 que deu o título ao time de Parque São Jorge teve nas suas arquibancadas milhares de corinthianos que haviam comprado ingresso no setor são-paulino. E, vale dizer, não eram exatamente os corinthianos mais “família” do mundo. Não acabou bem, é claro.

Terceiro porque é um tiro no pé, já que a diretoria corinthiana já disse que dará os mesmos 10% do Pacaembu para o São Paulo quando tiver o mando de campo. E, num estádio de 37.000 lugares, isso significa 3.700 ingressos, ainda menos do que a torcida corinthiana receberá desta vez.

E quarto porque trás para o clássico um clima de guerra para além dos limites do esporte que não é benéfico pra ninguém, jogadores, torcedores, diretores. Se a diretoria tricolor alega, no melhor estilo joão-sem-braço, que a medida foi tomada para impedir que “vândalos” depredassem os novos banheiros do estádio, o que ela pensa que vai acontecer quando coloca de um lado uma multidão e de outro um pequeno grupo formado, em sua maioria, por esses mesmos que ela taxa de vândalos ainda mais enfurecidos pela limitação da carga de ingressos?

O São Paulo tenta se impor à força. Esquece que seus títulos não são tudo frente à Federação e seus filiados. Esquece que para brigar com o poder instituído é necessário unir-se com seus iguais, não agir contra eles. 

Parece que a herança aristocrática da história do clube subiu à cabeça com o sucesso recém-conquistado.

À margem de tudo isso (em boa parte porque não age), mais uma vez, o prejudicado é o torcedor.

Tanto o corinthiano que não encontrará ingressos desta vez nem com cambistas quanto o são-paulino que terá ainda mais medo de levar seus filhos ao clássico, certo de que os poucos corinthianos estarão, mais do que nunca, pra lá de loucos.

No pior sentido da palavra.

Apesar de, no discurso, apontar o Palmeiras como o exemplo – negativo, diga-se de passagem – inspirador da medida tomada, é a diretoria tricolor quem demonstra, napoleonicamente, um verdadeiro espírito de porco.

Anúncios

13 Respostas para “Espírito de porco

  1. O Morumbi sempre foi o Estádio dos Clássicos, obviamente pelo tamanho, o que sempre existiu foi um acordo entre os três, meio a meio independente do mandante, é bom pra todo mundo. Para o jogo, o espetáculo,etc.…
    Mas o que acontece hoje é que isso cheira politicagem, sempre ela, politicagem junto com retaliação só isso e quem se fode é o torcedor de nv.

    No fim não tem essa de manda quem pode, o SP manda no Morumbi, parabéns, o Corinthians manda no Pacaembu (os seus jogos), o que muda???

    O Morumbi é maior, o espetáculo tb, mas por picuinhas desses dirigentes o torcedor vai ta la pra que??? Pra tomar porrada??? Pra ficar em um cordão de isolamento??? Nego faz de tudo pra espantar o torcedor ou vc acha que o torcedor comum vai nesse jogo?? Sabendo que ela vai estar em minoria e no meio de um monte de organizadas todos calminhos pro jogo
    Sem mimimi, é que o SP fica com essa patifaria (to cagando pra quem ta certo, no fim eles todos se beijam e o torcedor fica com cara de palhaço mais uma vez) com FPF e vai arrumando inimizades revanchismo sem necessidade, o SP não é maior que o futebol, não é maior que o Palmeiras e o Corinthians, pode ser em títulos, mas a força dos três é que fazem eles serem grandes.

    Os dirigentes do Corinthians podem ta com esse nhé-nhé tb por vaidade, afinal eles têm seus camarotes rodeados por segurança e conforto, agora aquele cara que vai ter que se matar pra compra um dos míseros 6800 e depois saber sabe-se lá Deus o que ele vai enfrentar no Estádio, nesse ng pensa, e ainda queremos organizar uma Copa.

    Isso é um desabafo de um corintiano que curte futebol, sempre gostei de ir aos clássicos, mas não irei dessa vez pq não sou gado

  2. É, dessa vez a diretoria delas passou dos limites! Mas tudo bem, tudo o que vai, volta. É só colocá-las naquele setor esprimidinho do lado das numeradas do pacaembu.
    Ah… Eu vou pro jogo!

  3. Sou favorável a fazer o seguinte com elas:
    Mando do Timão – JOGO NO PACAEMBU – Elas na numerada com ingresso a R$ 200 – Pode colocar 3500 a venda lá, o resto é tudo nosso

  4. Belas palavras. Não sei se terei a mesma sensatez e a mesma calma quando escrever sobre isso. Infelizmente elas passaram do limite. Felizmente, acredito que elas deram um passo em direção à nova falência. Que 1938 não se repita, ou se repita de forma que afunde de vez essa excrescência.

    Abraços, mano!

  5. “AHAHAHAHAHAHAHAH”
    “Um time que arranja 12 mi de patrocinio + 18 mi pela camisa, nao precisa de arruaceiros no seu campo de mando. A Falencia vai pra times que venderam a alma e nao tem dinheiro para pagar as contas, quanto mais pra resgata-la” AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  6. classico deveria ser campo neutro nesse campeonato só de ida. E deveria ser 2 grupos de 10 com os 1ºs jogando a final. 10 jogos e cabô

  7. Os bambis são um lixo!

    Clube na cidade temos 2: Corinthians e Palmeiras.

    A história mostra isso e mostrará quem são os bambis em breve, na segunda falência de sua história.

    Quem viver verá!

  8. To planejando ir nesse jogo desde o ano passado.

    Agora me conta… como que vou conseguir pegar ingresso se só vão ter 6.800 a venda?

    Pqp! Bixas do car%$!&* !

    É típico de menininha mesmo: “O palmeirinha não deixa eu levar minhas moças pra assistir jogo no xiqueiro então Corinthiano também não vai entrar.”

    É coisa de muleque mimado…

    É coisa de time sem alma…

    Tipo dono da bola na rua, que acha que é mais que alguém porque leva abola pra td mundo jogar.

  9. Se morrer gente a juju alcóolatra tem que ser presa. A culpa é dela.

    O exemplo vem da torcida alienada de merda.
    Saiu no painel fc da falha, o panfleto da madame:

    “Perigo. Há pelo menos 15 dias integrantes de torcidas organizadas do São Paulo já sabiam que o clube só destinaria 10% dos ingressos para o Corinthians no domingo. Planejam emboscadas.”

    E esse jegg, spam do viadinho do marquetim, será que vai ao privadão?

    AAAAAAH, SAI DA FRENTE…

  10. Então Mands
    Acho que você levou a discussão para o lado que te interessava e com olhar de torcedor. Sempre que o Morumbi era considerado “campo neutro” nos clássicos, os ingressos eram divididos. Mas aí a FPF começou a fazer o São Paulo jogar na Vila, no Palestra, no Pacaembu (o que é legítimo) e nunca os ingressos eram divididos. Teve gás pimenta, emboscada na Anchieta/Imigrantes. Eu acho que a reclamação não tem que ser com o São Paulo. Vá procurar saber como é a divisão do estádio no Grenal, no Atletiba… Eu acho ruim que isso esteja acontecendo, mas é só o troco que o São Paulo está dando, e neste caso até demorou para fazer isso. Quem sabe alguma coisa muda no futebol

    • Paulão,

      não levei pro lado que me interessava não.

      O direito do São Paulo é legítimo, não discuto ele. Discuto os motivos e o bom senso de fazer isso.

      Pensa bem, 33ª rodada do Brasileirão, Corinthians e São Paulo brigam pela liderança.

      O jogo?

      No Pacamebu, com 3.700 são-paulinos.

      Ao invés de termos um clássico como sempre foi, meio a meio, temos um jogo onde a rivalidade fica ainda mais acirrada e do pior jeito possível.

      Já saiu na Folha que as torcidas planejam se emboscar pela cidade. Então nem a desculpa da segurança cola, porque ela resume a segurança ao entorno do estádio.

      Pra mim é cagada e birrinha aristocrática de querer mostrar força desnecessariamente, como se precisasse.

      Contra o Palmeiras e o Santos, que resolveram se apequenar do mesmo jeito, até vai dar o troco. Contra o Corinthians, é burrice.

      Até porque o Pacaembu é MUITO mais caldeirão que o Morumbi, onde as arquibancadas ficam longe do campo.

      E sobre os clássicos fora de SP, você citou dois, eu posso citar outros 5325 que não são no esquema 90% contra 10%: Ba-Vi, Fla-Flu, Fla-Vasco, Fla-Bota, Cruzeiro x Atlético..

  11. ôoô, a violência voltou!
    ahh, sai da frente… sai que eu vou mat… ind…

  12. Paulão, vc sabe muito bem que o gás foi uma história montada pela diretoria fétida do SPFW.

    Após o laudo da polícia, que dizia ser impossível que o gás tivesse vindo de fora para dentro, após o exame do Urtigão não ter apontado nada, foi descoberta uma “gravação” em que um membro da torcida do Palmeiras assumia a culpa pelo caso, porém, até agora, ngm conseguiu descobrir quem é o torcedor! Para piorar a situação, o SPFW, que sempre esperneou quando acha que tem razão, ficou caladinho! Vc não acha no mínimo estranha essa história?

    Aos amigos rivais, digo apenas que, neste jogo, serei corintiano desde criancinha!!!!! Gostaria até de ir na Gaviões, com a camisa do Palmeiras é claro, para torcer contra esse time sem torcida.

    A única rivalidade do Estado é Palmeiras X Corinthians.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s