Pai

Em 25 de janeiro o Corinthians fez-se hepta na juventude.

Em 25 de janeiro meu pai partiu.

Nosso último jogo valeu título.

Nosso último jogo valeu tudo.

Eternamente em nossos corações.

São Paulo, de aniversário, chamou São Pedro e, juntos, choraram até não poder mais pela noite de domingo.

Partia um grande amigo.

Pai de muitos, mais do que os dois filhos que teve, e que sempre terá.

Em qualquer dimensão, a qualquer tempo.

Lutadores como você foi.

Que te lembram mais do que espelho.

Se fica o vazio, só não é maior do que a sua presença.

Eterna.

Em tudo.

Em cada vírgula deste texto.

Em cada poro da minha pele.

Em cada hemácea do meu sangue.

Pai, descansa.

Que nunca mais o ar vai faltar pra você.

Te amei mais do que qualquer coisa dizível ou indizível.

Te amo mais do que nunca.

Beijos,

Budanicãozinho.

pai

Anúncios

24 Respostas para “Pai

  1. Tô chorando aqui, Mandioca. Um abraço apertado de 45 minutos em você, na sua mãe e na sua irmã. Sei o quanto você era ligado nesse pai querido. Espero que agora ele possa cuidar de vocês descansando feliz, deitado em cima de uma nuvem fofa, do lado de todos os grandes homens que já se foram. Beijo

  2. Danilo, meu caro
    Nessas horas as lágrimas valem ouro, mas não porque valem alguma coisa. Tudo nesta hora, na verdade, encontra um novo sentido. E as lágrimas (inclusive as minhas agora, ao ler este texto) valem muito mais do que poderiam valer por espelharem a alma.
    É justamente nesses pedaços de água com sal do nosso corpo que estaremos de pé nessa hora. E nelas manteremos a força.

    Quem está vivo é que lembra de quem partiu – e essa lembrança mantém vivos os que morreram.

    Meu Pai também se foi, em 99, e a cada dia da minha vida desde então ele está não em minha frente, mas dentro do meu ser. Assim que é.

    Eternamente em nossos Corações.

    Um grande beijo do amigo Filipe.

  3. puxa mands, eu só vi seu pai uma ou duas vezes na vida, mesmo assim ele marcou pelo modo como falava e agia. Era uma cara grande, percebi, um cara que marca e fica na lembrança.
    Abraço forte de quem te deseja muito bem.

  4. Somente um grande homem poderia ter criado e deixado pra esse mundo um outro grande homem. Força, meu velho, porque nessas horas é tudo que a gente pode oferecer e o que você pode querer.

    Eternamente em nossos corações.

    Abraços da família corinthiana.

  5. Força mano!!!

  6. Meus sentimentos. 😦

  7. mands, mands, meus pesames … nao posso nem escrever algo com muito significado como os coments acima ateh pelo tempo q nao nos falamos, mas tamos ai pro que der e vier.

    abraco forte e segue firme 😉
    raphael

  8. Meus sinceros sentimentos.

    Paz para teu pai e força para a família.

    Um grande abraço.

  9. Um abraço grande.

    Espero que encontre a paz com sua família e com seus amigos, e que logo, essa imensurável tristeza se tranforme numa sadia saudade.
    Uma saudade boa, de lembranças boas, que vai fazê-lo estar sempre perto de você.

    Abraço
    Diogo

  10. Certamente somos a reflexão de como fomos criados. Sua mãe é uma ótima pessoa – mesmo pq, segundo vc, ela se parece comigo 😀 – e com certeza seu pai era outra pessoa ótima. Senão, não teriam o filho louco – no melhor sentido – que tiveram e têm até hoje. A dor de uma perda dessas deve ser muito grande, mas é confortada pelas boas lembranças. Afinal, é isso que sobrevive de nós, e do que se alimentam os que saudades têm.
    Meus sentimentos sinceros à você, à sua irmã e à sua mãe.

  11. Mandz, meu amigo, eu sei que nada que eu venha a escrever aqui pode ser mais valioso do que um abraço, então… Um abraço. Um abraço sincero e carinhoso dum cara que no alto da sua chatice consegue te admirar por várias coisas que você faz e acredita. E se você é assim só pode ser pq seu pai te fez assim, então… Parabéns a ele que em vida educou uma das pessoas mais fodas desse mundo e que agora tá descansando e aliviado por ter feito daquele menino franzino da lapa esse sujeito que você é hoje. Força aí e como sempre: Vai Corinthians!

  12. porra, mano, sem comentários.

    caralho.

    você sabe que pode contar comigo pra qualquer coisa, né?

    é importante lembrar.

    abraços pra você.

  13. Não é necessário nos conhecermos para solidarizarmo-nos com as causas ou sentimentos alheios. Por isso venho aqui para desejar que todo o sofrimento de hoje se transforme na recordação que só uma vida bem vivida pode deixar. Força pra você e sua família.

  14. Tomei conhecimento dá sua dor, respeito, carinho, reconhecimento, emoção, saudade e amor através do texto retratado no BLOG DO JUCA KFOURI. Trata-se de uma homenagem prestada ao verdadeiro Pai, aquele que um dia deu colo, disse sim, disse não, foi seu porto seguro, sorriu e chorou com voce, amou-o, ajudou-o ser uma pessoa de valor. Eu também, a exemplo de outras tantas pessoas que se emocionaram com o seu texto, deixo neste espaço os meus sinceros sentimentos a voce e família.
    Um forte abraço,
    De um corinthiano de Ribeirão Preto-SP.
    Nilson

  15. Kadj Oman,
    Cheguei aqui pelas mãos do Juca Kfouri, também ele emocionado pelo texto que vocês escreveu sobre seu pai. Cara, que coisa! Chorei por ti e por tua família. Certamente seu pai era dos grandes e está em paz nesse momento. Fiquem com Deus todos vocês. E obrigado.

  16. Porra cara, muita força pra vc e sua familia…
    que o pai descanse tranquilo e vcs sigam em harmonia…
    Abraço forte!

  17. Nem sei o que dizer numa hora dessas… Tvz porque não tenha mesmo nada a se dizer. Toda força do mundo e um abraço forte!

  18. Tanto o pai que deixa uma saudade dessa, como o filho que entende o carinho de um pai assim, merecem uma grata admiração.

    Eu – que o conheço apenas de vista, e nunca soube nada sobre seu pai – por um instante me dei o direito de entender o sentimento que o moveu a escrever.

    Deixar uma saudade assim, não tenho dúvida, faz valer a história de um pai.

    Um abraço, e boa sorte.

  19. É nesse tipo de momento que eu não sei o que dizer.

    Acho que o que mais vale não são palavras, portanto deixo aqui um abraço, mandioca.

    Força, cara!

  20. Um abraço, cara. Coragem!

  21. Pingback: Sessenta « kadj oman

  22. “Pai, descansa.

    Que nunca mais o ar vai faltar pra você.”

    coisa mais linda isso. mesmo sem conhecer você e a dor da sua perda, isso me fez chorar feito condenada, por que também tive a minha.
    pro meu pai, também faltava muito ar e tive vontade de falar isso para ele também.

    abraços.
    vai corinthians!!!!

  23. Pingback: Aniversários* | kadj oman

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s